RSCMB > Notícias > CARTA FINAL DO 7º NORDESTÃO DAS CEBs_

CARTA FINAL DO 7º NORDESTÃO DAS CEBs_

            _*Nas quentes terras de Teresina – PI, entre os dias 07 e 10 de julho de 2016, as Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) do Nordeste estiveram reunidas para realizar o seu 7º Nordestão. O encontro foi realizado em preparação ao 14º Intereclesial Nacional a ser realizado em Londrina em janeiro de 2018. Por isso, foi refletido o mesmo tema a partir da realidade local: CEBs NO NORDESTE E OS DESAFIOS DO MUNDO URBANO, com o mesmo lema: “EU VI E OUVI OS CLAMORES DO MEU POVO NORDESTINO E DESCI PARA LIBERTÁ-LOS”.*_

            _Estiveram presente no encontro cerca 400 delegados(as) vindos de todos os estados nordestinos, além da equipe de apoio local. Também marcaram presença de nove bispos. Fomos muito bem acolhidos pelo Arcebispo de Teresina D. Jacinto Brito. Foi emocionante a motivação de Dom Miguel Câmara, bispo emérito da Arquidiocese de Teresina, que com os seus 91 anos falou com entusiasmo das CEBs._

            _*Vivemos em uma sociedade onde a cultura urbana já penetrou até mesmo a zona rural. O consumismo e a penetração dos grandes meios de comunicação estão invadindo o comportamento social de forma desumana. As CEBs, como seguidoras de Jesus Cristo não poderiam deixar de enfrentar este desafio.*_

            _Assim, o Nordestão procurou ser mais um passo no enfrentamento deste desafio. No primeiro dia o assessor Pe. Anastásio nos levou a VER os desafios urbanos a partir do Nordeste. Em sete tendas foram discutidos aspectos mais específicos da realidade urbana. Cada tenda foi dedicada in memória a uma militante ou mártir das CEBs: Dona Antônia Flor, Manoel Berto, Frei Juvenal, Índio Madu Ladino, Marilene de Jesus, Flaviano e José Maria do Tomé._

            _*Da assessora Ermínia e do assessor Pe. Vileci, aprendemos que já no Primeiro e Segundo Testamento a vida urbana criava desafios. Inclusive, que as primeiras comunidades agiam e atuavam em cidades. O Setor CEBs da CNBB também marcou presença.*_

            _Certamente que o Nordestão não poderia deixar de estar sintonizado com os acontecimentos da realidade social, política e econômica. O debate nas tendas e na grande plenária, chamada Olaria, refletiu este contexto atual. Assim apareceu, por dentro da vida urbana: o desafio da vivência do sagrado; o desafio do meio ambiente e saneamento básico; o desafio de experiências exitosas; o desafio na busca de uma cultura de paz no enfrentamento da violência; o desafio da política no Brasil, do mundo do trabalho na economia globalizada; e finalmente o desafio a manipulação da informação. A referência ao Papa Francisco na Carta Encíclica Laudato Si esteve presente em várias tendas e em falas e testemunhos._

            _*Que Todas as Comunidades e Igrejas  recebam nosso Grande Abraço e se juntem numa grande rede, engajando-se na cultura urbana, a fim de que nossa Sociedade Seja Mais Justa, Fraterna, Pacífica, mais parecida com o Reino do Senhor Jesus Cristo.*_ ✨

Com a participação do nosso corpo em Missão, Ir. Rita Pessoa, rscm e a noviça Aelita Otavia

Oficina de comunicação do 7º encontro – Frei Gilvander.

Colaboração Ir. Delva Piedade Oliveira, rscm

Veja Mais: