RSCMB > Notícias > “Sua atitude faz a diferença: comprometa-se” ( Lei Maria da Penha) – Projeto Vida Ir. Maria de Aquino – Ubá/MG

“Sua atitude faz a diferença: comprometa-se” ( Lei Maria da Penha) – Projeto Vida Ir. Maria de Aquino – Ubá/MG

As educadoras, do Projeto Vida Irmã Maria de Aquino de Ubá/MG, trabalharam com as crianças e adolescentes o tema “violência doméstica”, buscando a valorização da mulher na sociedade.

O tema foi introduzido por meio da roda de conversa denominada “Valorização da mulher”, ao som e análise das músicas: “Maria da Vila Matilde”, de Elza Soares, e “Maria da Penha”, de Alcione. As educadoras fizeram várias indagações sobre o papel da mulher, na sociedade atual.

Dentro da Oficina de Espiritualidade, que teve como base a importância da mulher na sociedade, o combate a desigualdade entre os gêneros e o respeito, foi ressaltado os espaços que as mulheres adquiriram ao longo do tempo e como elas modificaram os padrões tradicionais do mercado de trabalho.

Na oficina de Vivências, as educadoras trabalharam o tema “A violência doméstica”, por meio de vídeos e relatos impressos de mulheres agredidas. Foi mostrado às crianças e aos adolescentes que a violência domestica não é somente exclusividade de famílias carentes (embora seja a maioria dos casos), mas é vivenciada também por mulheres famosas e ricas, como atrizes, cantoras e apresentadoras de TV.

Em todos os momentos, foram realizadas rodas de conversas, quando as crianças e os adolescentes puderam expressar suas opiniões e relatar casos já vivenciados por elas ou por alguém próximo.

No dia 07 de agosto, aconteceu, na sede do Projeto Vida Ir. Maria de Aquino, o  “5º Encontro de Mulheres”. O tema deste encontro foi “A violência contra a mulher – lei 11.340/06”, que foi ministrado pela Cabo Alessandra Pazini Peron, do 21º Batalhão da Polícia Militar de Ubá. O momento foi de grande valia, tivemos a participação das responsáveis pelas crianças e pelos adolescentes e também de mulheres da comunidade. Passou-se informações por meio de panfletos e cartilhas explicando como agir diante de situações de violência, principalmente a violência doméstica.

Glaucia Vaz – Educadora Social

Veja Mais: