RSCMB > Notícias > Participação dos Adolescentes em Conferência e o Dia da Consciência Negra – Proj. Vida ir. Mª de Aquino/Ubá

Participação dos Adolescentes em Conferência e o Dia da Consciência Negra – Proj. Vida ir. Mª de Aquino/Ubá

Aconteceu na Câmara Municipal de Ubá a Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). Os dois adolescentes, Gabriel Ribeiro e Vitória Silva, do Projeto Vida Ir. Maria de Aquino, foram convidados para apresentarem um rap sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente, durante a abertura do evento.

Ao longo da semana que antecedeu o evento, realizamos uma roda de conversa com as crianças e os adolescentes para informá-los sobre a Conferência. Contamos que é um espaço democrático de discussão e de articulação coletiva, que reúne governo e sociedade civil para debater e decidir prioridades nas políticas públicas nos próximos anos.

Com o objetivo de estimular a participação dos adolescentes na vida pública, dois adolescentes (Emanuele Fernandes Silva e Rodrigo Magno Nascimento Domingos) participaram da Conferência Municipal, representando as demais crianças e adolescentes do Projeto Vida. No dia seguinte, realizamos uma roda de conversa, em que Emanuele e Rodrigo partilharam com os colegas o que aconteceu na Conferência e como foi a experiência de participar.

Consciência Negra… “Consciência de Valor, Igualdade e Atitude”.

Ao longo do mês de novembro, as educadoras sociais desenvolveram com as crianças e os adolescentes várias atividades que informassem e despertassem o interesse deles sobre o dia da Consciência Negra. Por meio de espaços criados para expressão e entendimento da cultura afro-brasileira, teve-se o cuidado de conscientizá-los sobre a importância do povo negro na formação social, histórica e cultural do nosso país.

Foram trabalhados temas, em rodas de conversas, histórias ligadas a cultura negra como: religião, culinária, música, instrumentos musicais, danças e artesanato. Sempre evidenciando o respeito à diversidade. Realizaram também, diversas atividades, como: desenhos, contação de histórias, filmes, pinturas, brincadeiras e artesanatos. Em um dos momentos, as crianças e os adolescentes tiveram a oportunidade de confeccionarem uma pulseira feita com fio de cera e miçangas coloridas, originárias da cultura afro.

As educadoras sociais apresentaram a eles parte importante da história dos negros do nosso país; de uma forma lúdica e descontraída, falaram sobre as leis “Ventre Livre, Sexagenário, Eusébio de Queiros e Aurea”.  Buscaram ao longo das atividades despertarem uma visão crítica e construtiva das realidades sofridas por nossos afrodescendentes. Foi possível também, conhecer um pouco mais sobre a evolução dos negros em nosso país, inclusive em nosso território, identificando grandes exemplos como autoridades políticas negras (1º presidente negro do Brasil), escritores e tantos outros que contribuíram e contribuem para a valorização dos negros em nosso país e no nosso município.

Dentre os diversos trabalhos desenvolvidos sobre a consciência negra, as crianças e os adolescentes tiveram a oportunidade de adquirirem conhecimentos ricos e importantes que muito contribuem para a sua formação de caráter moral e social.

Para finalizar esse tema tão rico e participativo, por meio de articulação com a Secretaria de Desenvolvimento Social do município, convidamos a Fernanda Rodrigues do Carmo, que é Assistente Social da Secretaria Executiva de Desenvolvimento Social, do município de Ubá, para contribuir com o momento, pois, ela vem desenvolvendo um trabalho nos CRAS do município sobre essa temática ao longo do mês de novembro.

Foram momentos de muita partilha e interação, Fernanda reforçou, ainda mais, os assuntos já trabalhados pelas educadoras sociais, trazendo também outros conhecimentos sobre os negros e o quilombo do município de Ubá, fato que ganhou a apreciação de todos. Para fechar o momento, realizou uma dinâmica com algumas colaboradoras do Projeto Vida, demonstrando para as crianças e adolescentes, o preconceito existente para com os negros no Brasil, na atualidade.

Autoria das notícias: Ozias Fonseca (Coordenadora)

Veja Mais: